Follow by Email

domingo, 16 de setembro de 2007

Uai, sô!

Origens
Como todas as línguas que, ao se desenvolverem no interior de um continente, perdem as influências da matriz, o português de Minas Gerais se distanciou do "S" alveodental carioca, que foi legado direto de Portugal, das vibrantes e líquidas dos paulistas que, foram legadas da Itália, e do "cantado" baiano, legado de inúmeros dialetos africanos. Resultou daí que, uma vez distante de tais influxos colonialistas, o mineiro inventou um jeito próprio de falar, regido basicamente pela preguiça. O mesmo fenômeno pode ser percebido na língua Inglesa na Inglaterra, onde nas terras centrais das Midlands, alguém mais desavisado ao ouvir o Inglês de York Sure pensara ter chegado em algum país da Europa Central. O mesmo acontece com os mineiros: engolem letras, com preguiça de dizer o resto, possuem inflexões assustadoras e gírias absolutamente locais, mas a frase ganha em economia e sonoridade, e, claro, incompreensibilidade.
O Mineirês é facilmente reconhecivel por quem fala português (muito embora não entenda o que está sendo dito), e só sabe falar mineirês quem é mineiro. Uma interjeição foi legada da Inglaterra quando do governo de Pedro II, no expansionismo ferroviário brasileiro: com a Inglaterra sempre presente na implantação dos trens em Minas Gerais, o interrogativo "Why?" passou a ser falado como "Uai!" no mesmo sentido de "por que?", mas como interjeição. Se você reparar bem ao ouvir mineirês autêntico, poderá substituir os uai por interjeições de "por que?". Outro legado anglosaxão foi a própria palavra "train" que passou a figurar como "trem", uma idéia de qualquer amontoado de coisas (trem de pouso, trem de ferro, trem de doido).
As regras do uso da preguiça para cortar as palavras se assemelha a regra inglesa no interior da ilha: por exemplo, a frase inglesa "Do not forget to put on your flat cap", típica de York Sure, é normalmente falada com o som de "du no fogoh tu pa ton io fla ca", tal como as reduções do mineirês, o que deixa desesperados aqueles que achavam que sabiam falar inglês só torcendo a língua como os americanos. Esquisitamente, a mesma frase em ingles é falada em Minas Gerais com sotaque de Brighton, a terra da Rainha, na versão "Do Not forget to put on THY flat cap". Isso é principalmente devido as inúmeras escolinhas caras de inglês para menininhas e menininhos metidinhos que acham que sabem inglês até cairem na real.
[editar] Estrutura falatorial/linguística - o diminutismo do mineirês
Além da regra da preguiça fonética (o ato de cortar palavras), e com exceção do vocabulário elementar da língua (que será visto logo abaixo), o mineirês costuma se caracterizar pelo largo uso da regra do diminutismo, também chamada de diminutização prosal. De acordo com tal regra, toda palavra que admitir seu uso no diminutivo será usada no diminutivo, sem exceções.
Exemplos de diminutismo:
Quéu'ma carninha? = Quer um pedaço de carne?
Peg' lá u'copim procê = Pegue um copo para você
Qué dáua volta no carrim? = Quer dar uma volta no meu carro?
Põe log'es chinelu, mininim = Ponha logo esse chinelo, menino
Por esse diminutivo no minerês existe uma alteração da regra gramatical não existindo o gerúndio, sendo substituido pelo gerûno.
Exemplos de gerûno:
Andâno = Andando
Falâno = Falando
Cantâno = Cantando
[editar] Vocabulário Elementar
"CÚ DO ZÉ ESTEVU"O Mineiro tem o estranho hábito de dizer que está no cú do dito cujo, para expressar que está ferrado! -"Nossa sô! O Jão lá da venda tá no cú do zé estevu, tá devendu até as prega nus bancu!"
[editar] Apresentações
Cuméquecêchama? = Qual o seu nome?
Doncêé? = De onde você é?
Oncêmor = Onde você mora?
Proncêvai? = Pra onde você vai?
[editar] Cumprimentos
Dia! = Bom dia
Tardi! = Boa tarde
Noiti! = Boa noite
Inté = Até logo
Bença (ou Bênçu) = A benção, minha mãe (ou meu pai).
Dêsabençôi (ou Dêstibençôi) = Que Deus te abençôe, meu Filho(a).
[editar] Pedindo Informações
Onquié = onde que é?
Onkiotô? = onde estou?
Pronkiovô? = para onde devo ir?
Logali (Logo ali) = fica a uns trinta quilômetros, mais ou menos
Dexovê (deixa eu ver) = não tenho a mínima idéia
Tremdifer = trem
Trem = qualquer coisa cujo nome a pessoa ignora, esqueceu ou acha que você é burro demais para conhecer ou entender.
Oncêtá? = Onde você está?
Prônostam'ínu = para onde nos estamos indo?
Cessaciessionbspasnasavás? (escreve-se: Cê-ças'sses'onz-pass'avas?)(em versão avançada, Essonbspassaváss?) = Você sabe se esse ônibus passa na Savassi?
Ondéopondiônbz? = Onde é o ponto de ônibus?
Cantazóra? = "Quantas horas?" (em português: "Quanto atrasado estou?").
[editar] Lugares
Tidiguerra = tiro de guerra
Pondiõnbs = ponto de onibus
Ponditáks = ponto de táxi
Berádurii = próximo ao rio
Meidapráss = meio da praça
Badaponti = de baixo da ponte
Tradaserra = atrás da serra
Ruditrais = rua de trás
Rudumeii = rua do meio
[editar] Fazendo Compras

Quêjo prus minêro é qui nem arroiz pro japonêis.
Quanté ? = quanto custa?
Derear = Dez Reais
Baratim = (deixa ver se eu adivinho quanto esse otário está disposto a pagar)
Lidilêi = litro de leite
Kidicár = kilo de carne
Mastumá = massa de tomate
Pincumél = pinga com mel
Vidiperfumi = vidro de perfume
Pasdidenti = dentifrício
Iscôdidente = escova de dente
Mascote = sanduíche
Cadizopô = caixa de isopor
Gra´d cerveja = engradado de cerveja
[editar] A família
meu fii = meu filho
meu tchi = meu tio
m'ia muié = minha esposa
m'ia amiga = minha amante
mermão = meu irmão
[editar] O Tempo
trudia = outro dia
Antonte = antes de ontem
transantonte =a três dias atrás
Ansdionti = antes de ontem
Séssetembro = sete de setembro
Sápassado = sabado passado
Sêsquivem = sexta que vêm
Quióração = Que horas são?
Tá cum jeidi chuva = (cansei dessa conversa besta e vou embora)
Quánahora = quase na hora
É rapidim = vai demorar algumas horas ainda
[editar] Conversa informal
Ê trem bão = Gostei disso
Vai cagá di morro abaixo pra vê a bosta rolá = A pior e mais definitiva ofensa que se pode dizer a uma pessoa
Nossinhora = nossa senhora ('Nuss' em minerês avançado...)
Credeuspai = meu Deus!
Vixxxxxxx = Interjeição mineira de concordância ou espanto.
Doidimais = doido demais
Oncotô = onde eu me encontro por favor, estou meio perdido hoje...
Pópopoquin = pode colocar mais um pouco...
Oiuchero = olha o cheiro
Óssócêvê = olhe só para você ver
Tissodaí = tira isso daí
Cê num some não = pode tirar o cavalinho da chuva OU "o que que esse imbecil tá achando que é?"
Fiédazunha = Xingamento equivalente ao de baixo
Filé da puta = impressionante, grande, excepcional
Cê é muito feladaputa mermo, né?" = você é uma pessoa divertida, gosto de você
Uai = interjeição mineira de espanto: uai é uai, uai!
Nó = Nossa Sinhora, Mãe do Céu, Ave Maria!
Nú = Nossa Senhora Aparecida do Perpétuo Socorro
Nusga = Nossa Senhora Aparecida do Perpétuo Socorro Mãe de Deus e dos Pecadores
Né = Não é mesmo?
Bão tamém! = com certeza, concordo com você OU ENTÃO "deixa eu ficar quieto para ninguém ver que eu falei besteira".
Bora? = vamos embora?
sucêfôeuvô = se você for eu vou
tô atrais do cê = vai primeiro, que vou depois
Bora = e lá vamos nós!
Faznão = Não faça isso.
Bagarai = Pra Caralho.
Padaná = idem ao anterior
[editar] Dentro de casa
Dendapia = dentro da pia
Tápuraí = procura que você acha, seu preguiçoso
Badapia = debaixo da pia
Tradaporta = atras da porta
Badacama = debaixo da cama
Denduforno = dentro do forno
[editar] Cidades
Arfena = Alfenas
Babacena = Barbacena (uma das meno da roça, inte que o pessoal lá num fala "Babacena" naum... eles fala direitim)
Baité = Abaeté
Belzonti = Belo Horizonte
Beraba = Uberaba
Berlândia = Uberlândia
Betioga = Ibertioga
Birité = Ibirité
Bordamata = Borda da Mata
Bostadaraguari = Araguari
Cambuquirrr = Cambuquira [broto de abóbora"brotiabóbra"]=Cidade que tem a meió árga minerá cum gáis du Brasil e dasámérica UAI!!
Contaji = roça do pé vermelho
Contagedasabróba = Centro de Contagem
Conselei Lafaeti = (Conselheiro Lafaiete)= O Paraíso dos pobres soberbas
Divinóps = Divinópolis
Fernandóps = Fernandópolis (in SumPaulu - duladindi Turama)
Jizdifora = Juiz de Fora (aquela cidade que fica lá no RIDIJANERO).
Monsclars = Montes Claros
O'preto = Ouro Preto
Padiminas = Patos de Minas
Patinga = Ipatinga
Patucino = Patrocínio
Pósdicarda = Poços de Caldas
Pôzalégri = Pouso Alegre
Sãjãodér Rei = São João Del Rey
Sâns Dumôn = terra dos gay
Sãtumaiz = São Tomáz de Aquino
Sélagoa = Sete Lagoas
Tajubá = Itajubá
Taúna = Itaúna
Tchó Flotoni = Teófilo Otoni
Têscoração = Três Corações
Tuitaba = Ituiutaba
Turama = Iturama
Valadárs = Governador Valadares
[editar] Localidades em Belo Horizonte (uns lugá di Belzonte)
Prasdaliberdade = Praça da Liberdade
Rugoiais = rua Goias
Ruduminduim = rua do Amendoim
Prásdupapa = Praça do Papa
Prástação = Praça da Estação
Palassdazarte = Palácio das Artes
Palassduguvernu = Palácio da Liberdade
Venidamazons = Avenida Amazonas
Veniduzandrada = Avenida dos Andradas
Viisprés = Via Expressa
Saváss = Savassi
[editar] Termos característicos
Foirgo = fôlego.
Tonto(a) / Loncho / Bicudu = Pessoa Bêbada.
Dêdiprósa = Dedo de prosa = Também conhecido como papo, conversa.
Cadê? = Quédê - onde está? onde fica? para onde foi? (alguma coisa assim)
Golim = pequena porção de líquido - Tomá um golim!
Fórfi = fósforo.
Córgu = riacho - Fumu nadá nu cóirgo lá na roça!
Cascô fora = "vazô na braquiara" = "rachô no cabirová" = fugiu - cascô fora na hora da briga!
Friagi = frio intenso.
Núvia = nuvem.
Deuso = Deus.
Passarin Prêtu = ave de cor negra.
Bandibicha = torcida do zêro/galo
[editar] Vocabulário Avançado
Trem = palavra coringa (ou Substantivo Indefinido), que pode ser usada para substituir qualquer outro substantivo concreto ou abstrato (exceto quando for meio de transporte de via férrea, neste caso é troço)
Saudadocê = Saudade de você?
Pópôpó = pode pôr pó?
Pópô = pode pôr
Nossinhóradábadia = Nossa Senhora da Abadia
macarrão áiói = macarrão alho óleo
Vôlivoltogurinhamess" = vou ali e volto daqui a pouco.
Vamuintrápradentu = Vamos entrar para dentro.
Udisgramáleu úbiêti = O filho de uma pura mãe leu a mensagem que era só para você ler.
Pábosfissô = "Eu não estou entendendo, professor".
Dizamãe = a mãe sempre fala que...
Lánacadavó = Na casa de minha avó.
Módiviola = Moda de viola ou muscão.
Vôdibiscréta = Eu vou de bicicleta.
Tijãocordôcedim = O tio João acordou cedinho.
Dinterimbebim = Passei o dia inteirim bebado.
Ôtijãocordôcedim = Hoje tio João acordou cedinho.
Patingaumtuitabaum = Ipatinga 1 x 1 Ituiutaba.
Iscutanrádio = ouvindo a emissora de rádio.
Usei o psicológico = frase dita para explicar como um mineiro se safa de uma confusão.
Racheinocabirová = fugi.
Gólindipinga = golinho de pinga.
Espenskuonsédes = Eles Pensam que o Onibus é deles.
Elissiskeceru = Eles se esquecem
Acámifia = Olha aqui minha filha
Tôtontim = Estou tontinho(a) - não importa o gênero.
Tôtontimdísono = Estou com muito sono.
UcêmáisTumazinhudânçanu = Você com o Tomázinho dançando.
Rachei us bico ! = ri demais.
Tô na Broca ! = Estou morrendo de fome.
Tôgarrádo = Podes ter a certeza que vou.
Nénf'deno = Mas de forma alguma, cavalheiro.
Precisscoveçacocê = Preciso conversar com você
Muntei no 18 = Saiu correndo
Ondéquepatingatá? = Calma, não pense isso!, tradução: Onde fica ipatinga?
Decedo = Ainda é cedo vou fazer café e aqui não tem pão véio não viu.
Num é dival = Não é válido
Arreda pra lá = Chega pra lá.
Xepracá = Vem pra perto de mim

Nenhum comentário:

MAYSA

MAYSA

Páginas

Pesquisar este blog

MyPersonality.info Badge

Click to view my Personality Profile page

Mineiro nunca é o que parece, sobretudo quando parece o que é...(Millor Fernades)

PÃO DE QUEIJO

PÃO DE QUEIJO
só se for de Minas

JOÃO DE GUIMARÃES ROSA

JOÃO DE GUIMARÃES ROSA
nos sertões....

ÁGUAS DE CONTENDAS

ÁGUAS DE CONTENDAS
água gasosa na fonte....

Queijo Minas!!!

Queijo Minas!!!
Quêjo prus minêro é qui nem arroiz pro japonêis.

as "minas" de MINAS

as "minas" de MINAS
" ouro parecia brotar em todo lugar. Sabarabuçu, Cataguás ou Cataguases, Caeté, do Rio das Mortes, Itambé, Itabira, Ouro Preto..."

Serra da Canastra MG

Serra da Canastra MG

CACHOEIRA DOS PIRES- PAIOLINHO

CACHOEIRA DOS PIRES- PAIOLINHO

MINAS GERAIS É ASSIM

Loading...

"...na noite, ao longe apita o trem de Minas

"...na noite, ao longe apita o trem de Minas

Montanhas de Minas....

Montanhas de Minas....
Fiquei com saudade de um mundo que perdi (por culpa própria): o mundo do tempo comprido, arrastado (os paulistas ficam aflitos ouvindo a fala vagarosa e cantada dos mineiros....); dos móveis feitos a golpes de enxó, orgulhosos de sua rusticidade; das crianças de pés descalços na enxurrada; do cheiro dos cavalos suados; do frango com quiabo, angu e pimenta; do caldo de “ora-pro-nobis” com fubá; do café na canequinha de folha; da cadeira de vime à porta de casa; na rua, meninada brincando; meu pai fumando cachimbo; do banho de cachoeira; sobretudo, saudades do Mar de Minas.

Minas

Minas
"Minas, são muitas. Porém, poucos são aqueles que conhecem as mil faces das Gerais".

SempreMinas

Minha foto
Brazil
ainda não me sinto apta a descrever-me em 1200 caracteres

SANTUÁRIO CARAÇA

SANTUÁRIO CARAÇA
Oh! Minas...

SERRA DO CARAÇA

SERRA DO CARAÇA
"Minas Gerais principia de dentro para fora e do céu para o chão."

Mantiqueira

Mantiqueira
"Quando Minas se enfraquece, o Brasil definha. Minas é a união, é a liga inquebrantável que une as fissuras dos Brasis: o do norte, sertão agreste, e o do sul. Minas não tem mar porque o mar é salgado. Minas é doce. Suas águas são as águas da unidade nacional.”