Follow by Email

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

NO REINO MÁGICO DE DINO

Essa estorinha que incio hoje, dedico especialmente à minha irmã Wal e ao meu irmão Luisinho... .Não é para rir não viu , é muito triste.Lembrando vocês dois que continuo ocupando meu cargo de Mor! Esclareço que alguns nomes foram trocados para preservar a identidade dos envolvidos.




CAPÍTULO I - O PERFUME
Em um reino muito distante, situado em uma verde colina, viviam felizes três irmãozinhos: Dino, Túlia e Júlio.
Nesse reino havia um poço mágico, muito profundo, de onde exalava os perfumes mais suaves do planeta.
Os irmãozinhos eram tão privilegiados, pois eles, apenas eles é que podiam incorporar em suas auras aqueles
aromas sutis...E isso foi motivo de muita inveja e ciúme por parte da população do reino, pois todos queriam
um toque do perfume, mas não conseguiam nem ao menos chegar perto do poço.
Intrigados com o fato, vários cientistas, magos e bruxas do reino começaram a analisar as razões pelas quais o perfume só
impregnava nos irmãozinhos. Será magia wicca que eles usam? Perguntava o mago... Será que eles possuem algumas células
geneticamente modificadas? Questionava o sábio cientista... Enfim, questionamentos, dúvidas e hipóteses eram formuladas em torno
dos irmãos, mais conhecidos no Reino como a família Dino, já que esse era o primogênito e o que mais impregnava os aromas do
poço.
As crianças eram órfãs, e isso fez com que elas, desde muito jovens, tivessem que trabalhar e conseguir manter o lar, em
perfeita harmonia e equilíbrio. Mesmo pequenos, eles sabiam da importância da limpeza da casa, dos estudos, enfim,
mesmo sem muito dinheiro, vestiam-se com roupas limpinhas, eram muito agradáveis e gentis.
Mas, como disse anteriormente, o mistério ainda rondava.... O sutil perfume continuava presente nas crianças.
O tempo foi passando e as crianças crescendo, mas sempre sendo alvo das atenções do reino. Por que tanto perfume?
O reino todo já não se continha mais de curiosidade.

Por hoje é só.... quem sabe, quando acordar inspirada de novo, continuo a estorinha.

Lembro a vocês, Wal e Luisinho, que ficam tentando destituir-me do cargo Mor, que não façam isso, por favor.
Sou a mais velha e vocês precisam ser mais obedientes, senão, não revelarei o restante dos segredos para vocês.
É apenas um alerta viu crianças. Um dia , quem sabe, vocês atinjam o grau de elevação que consegui. Mas vocês
dois sabem que tive que estudar muito, vasculhar a história para ter as revelações transcritas em meu cérebro.
Saibam também que, apesar de termos os laços hereditários que nos unem, fui escolhida , pelos nossos antepassados,
para preservar esse mistério e revelá-lo para alguns poucos escolhidos. Mas vocês estão se saindo bem, muito bem.
Não sei se é porque eu sou uma boa mestra ou porque vocês têm sido aplicados. Esforcem-se, continuem trilhando
os caminhos que lhes ensinei. Vocês chegarão à maestria. Mas por enquanto, são discípulos e me devem obediência.

Outro recadinho, já que não temos tempo para conversar:
Luisinho, pare de ensinar as ténicas para o bebê. Ele é muito novinho ainda para ser iniciado. Calma...
E você Wal, não queira também que a Isabella seja iniciada antes do tempo. Quanto ao Du, você
já pode passar algumas informações básicas. Busque o momento certo para instruí-lo. Não vá
pensando que ele vai aprender tudo, de uma vez. Fique calma... demora um pouco, mas depois
que aprende...pronto. Nunca mais esquece e fica incorporado junto a cadeia de DNA. Daí pronto!

É isso meus queridos! Deus abençõe vocês...

Nenhum comentário:

MAYSA

MAYSA

Páginas

Pesquisar este blog

MyPersonality.info Badge

Click to view my Personality Profile page

Mineiro nunca é o que parece, sobretudo quando parece o que é...(Millor Fernades)

PÃO DE QUEIJO

PÃO DE QUEIJO
só se for de Minas

JOÃO DE GUIMARÃES ROSA

JOÃO DE GUIMARÃES ROSA
nos sertões....

ÁGUAS DE CONTENDAS

ÁGUAS DE CONTENDAS
água gasosa na fonte....

Queijo Minas!!!

Queijo Minas!!!
Quêjo prus minêro é qui nem arroiz pro japonêis.

as "minas" de MINAS

as "minas" de MINAS
" ouro parecia brotar em todo lugar. Sabarabuçu, Cataguás ou Cataguases, Caeté, do Rio das Mortes, Itambé, Itabira, Ouro Preto..."

Serra da Canastra MG

Serra da Canastra MG

CACHOEIRA DOS PIRES- PAIOLINHO

CACHOEIRA DOS PIRES- PAIOLINHO

MINAS GERAIS É ASSIM

Loading...

"...na noite, ao longe apita o trem de Minas

"...na noite, ao longe apita o trem de Minas

Montanhas de Minas....

Montanhas de Minas....
Fiquei com saudade de um mundo que perdi (por culpa própria): o mundo do tempo comprido, arrastado (os paulistas ficam aflitos ouvindo a fala vagarosa e cantada dos mineiros....); dos móveis feitos a golpes de enxó, orgulhosos de sua rusticidade; das crianças de pés descalços na enxurrada; do cheiro dos cavalos suados; do frango com quiabo, angu e pimenta; do caldo de “ora-pro-nobis” com fubá; do café na canequinha de folha; da cadeira de vime à porta de casa; na rua, meninada brincando; meu pai fumando cachimbo; do banho de cachoeira; sobretudo, saudades do Mar de Minas.

Minas

Minas
"Minas, são muitas. Porém, poucos são aqueles que conhecem as mil faces das Gerais".

SempreMinas

Minha foto
Brazil
ainda não me sinto apta a descrever-me em 1200 caracteres

SANTUÁRIO CARAÇA

SANTUÁRIO CARAÇA
Oh! Minas...

SERRA DO CARAÇA

SERRA DO CARAÇA
"Minas Gerais principia de dentro para fora e do céu para o chão."

Mantiqueira

Mantiqueira
"Quando Minas se enfraquece, o Brasil definha. Minas é a união, é a liga inquebrantável que une as fissuras dos Brasis: o do norte, sertão agreste, e o do sul. Minas não tem mar porque o mar é salgado. Minas é doce. Suas águas são as águas da unidade nacional.”