Follow by Email

domingo, 23 de setembro de 2007

REPÚBLICA DO PÃO DE QUEIJO

I- COMO SURGIU A IGUARIA
Em meados do século 18, as escravas costumavam fazer biscoitos de polvilho para servir aos senhores. Na época, a produção leiteira em Minas Gerais era grande e, para não desperdiçar o leite, elas faziam queijo. Com o tempo, começaram a ralar o queijo e a acrescentá-lo à massa dos biscoitos. Assim surgiu o pão de queijo. De lá para cá, a mais mineira das iguarias deixou o universo da cozinha dos grandes senhores para se tornar uma mercadoria industrial de exportação.

II- PÃO DE QUEIJO EM OUTROS ESTADOS
Já comi pão de queijo em vários estados. Uma calamidade. Horríveis, parecem um elástico, sem sabor de queijo. Melhor seria se comprassem os congelados made in Minas, a se atreverem a desvirtuar nossa iguaria mais tradicional.
Mas fazer o quê né.... Lembro-me de uns parentes paulistas que vinham para Poço Fundo nas férias e minha mãe era intimada a fazer pão de queijo para eles... Uma vez que, segundo diziam, nunca haviam comido nada parecido. Nem eu.... o pão de queijo que minha mãe faz é sem explicação...bom demais.
Eu nunca nem me atrevo a fazer, porque me arrepio com polvilho. Tem que "sovar" o polvilho com as mãos, e só de tocar no pacote de polvilho sinto urticária. Até que tentei uma vez, quando morava em São Paulo, me atrever na receita. Nossa... virou uma receita de "concreto", como disse meu marido. Ele disse que eu teria que passar a receita para engenheiros, porque nem concreto seria tão resistente quanto o meu pão de queijo. Na verdade, cada bolinha dessa seria uma arma potente...poderia até patentear essa invenção...
Desde então não me atrevo. Uso os congelados da "Forno de Minas". Muito bons , apesar de nem chegarem aos pés dos que a minha mãe faz.
III- Pão de queijo com Linguiça na "Vaquinha"

Quando vou a BH ou Pará de Minas, indispensável para na "Vaquinha" . Lá tem iguarias mineiras quentinhas, deliciosas.... Empada de queijo, pasteizinhos... e ...claro, pão de queijo com linguiça.
Muito bom. Lá você pode também comprar verduras orgânicas, queijos, muito bom.
E o pão de queijo deve ter a receita parecida com o de minha mãe.

A receita de minha mãe passo depois. Fique primeiro com água na boca. Vou agora saborear um...

Mas antes, de novo Guimarães:
GOSTO DE BRASILOrgulho mineiro, por um gênio das letras"Nosso não será o petróleo tanto assim. Nossos, bem nossos, são o doce de leite e o desfiado de carne seca. Meu - perdoem-me - é aquele prato mineiro verdadeiramente principal. Guisado de frango com quiabos e abóbora-d’água (ad libitum o jiló) e angu, prato em aquarela, deslizando viscoso como a vida mesma, mas pingante de pimenta. Sem esquecer os doces, à frente os de calda, que não convém deixem de ser orgulho próprio e um dos pequenos substratos do bem-querer à pátria e do não desentender a nação"Guimarães Rosa

Nenhum comentário:

MAYSA

MAYSA

Páginas

Pesquisar este blog

MyPersonality.info Badge

Click to view my Personality Profile page

Mineiro nunca é o que parece, sobretudo quando parece o que é...(Millor Fernades)

PÃO DE QUEIJO

PÃO DE QUEIJO
só se for de Minas

JOÃO DE GUIMARÃES ROSA

JOÃO DE GUIMARÃES ROSA
nos sertões....

ÁGUAS DE CONTENDAS

ÁGUAS DE CONTENDAS
água gasosa na fonte....

Queijo Minas!!!

Queijo Minas!!!
Quêjo prus minêro é qui nem arroiz pro japonêis.

as "minas" de MINAS

as "minas" de MINAS
" ouro parecia brotar em todo lugar. Sabarabuçu, Cataguás ou Cataguases, Caeté, do Rio das Mortes, Itambé, Itabira, Ouro Preto..."

Serra da Canastra MG

Serra da Canastra MG

CACHOEIRA DOS PIRES- PAIOLINHO

CACHOEIRA DOS PIRES- PAIOLINHO

MINAS GERAIS É ASSIM

Loading...

"...na noite, ao longe apita o trem de Minas

"...na noite, ao longe apita o trem de Minas

Montanhas de Minas....

Montanhas de Minas....
Fiquei com saudade de um mundo que perdi (por culpa própria): o mundo do tempo comprido, arrastado (os paulistas ficam aflitos ouvindo a fala vagarosa e cantada dos mineiros....); dos móveis feitos a golpes de enxó, orgulhosos de sua rusticidade; das crianças de pés descalços na enxurrada; do cheiro dos cavalos suados; do frango com quiabo, angu e pimenta; do caldo de “ora-pro-nobis” com fubá; do café na canequinha de folha; da cadeira de vime à porta de casa; na rua, meninada brincando; meu pai fumando cachimbo; do banho de cachoeira; sobretudo, saudades do Mar de Minas.

Minas

Minas
"Minas, são muitas. Porém, poucos são aqueles que conhecem as mil faces das Gerais".

SempreMinas

Minha foto
Brazil
ainda não me sinto apta a descrever-me em 1200 caracteres

SANTUÁRIO CARAÇA

SANTUÁRIO CARAÇA
Oh! Minas...

SERRA DO CARAÇA

SERRA DO CARAÇA
"Minas Gerais principia de dentro para fora e do céu para o chão."

Mantiqueira

Mantiqueira
"Quando Minas se enfraquece, o Brasil definha. Minas é a união, é a liga inquebrantável que une as fissuras dos Brasis: o do norte, sertão agreste, e o do sul. Minas não tem mar porque o mar é salgado. Minas é doce. Suas águas são as águas da unidade nacional.”